Dumbness

By 11:29 PM


Estava aqui pensando nos últimos dias no quanto o ser humano é burro. E quando digo burro, não me refiro às pessoas culturalmente limitadas ou então àquelas que não falam um português totalmente correto e/ou rebuscado. A burrice a qual me refiro hoje, é aquela burrice inconsciente que alguns ou todos têm em algum período de suas vidas.
Ok, serei mais clara. Quantas vezes no decorrer de sua vida vc se colocou em uma situação de risco, e mesmo ciente dos problemas que aquilo poderia lhe acarretar, continuou a abastecer o tanque diariamente, tentando se convencer de que mesmo vivendo algo arriscado, o importante é que estava vivendo? E vc sempre se lembrava do quanto não era certo, do quanto vc estava se expondo a consequências cujas dimensões eram incalculáveis, mas por medo de se impor e ter que lidar com prováveis reações de repreensão, vc deixava pra lá, ciente de que em uma estátistica de 5 em 100, vc sempre estaria entre os 95.

Não vou entrar em detalhes do porque eu estar abordando esse assunto, me limitarei a dizer que depois de ouvir poucas e boas de alguém teoricamente mais estudada e mais inteligente do que eu, parei pra pensar e conclui que por diversas vezes eu me expus a situações de completo risco, sem imaginar que dia após dia, eu estava cavando minha própria cova mas, eu nunca de fato me importei com isso, por simplesmente pensar que "É o que a vida me proporcionou, não há mais nada lá fora". E hoje, ao ver as coisas com outros olhos, me rotulo como burra. Burra porque optei por deixar meus princípios e valores de lado pelos outros, e que por pouco eu não fiz o meu "logotipo" tornar-se real e acabar com a minha vida.

A parte ruim é que a constatação desse fato me deixou um tanto quanto mal e enojada. Enojada por pensar em como as pessoas nos reduzem a nada, a ponto de nos colocar em situações horríveis sem sequer pensar no que isso poderia trazer pra nós, mas, como há um lado bom em tudo, o desse é que enxerguei isso, quase tarde demais, mas enxerguei. Mas é triste pensar que há milhares de pessoas por aí vivendo situações similares e que assim como eu, também não se importam. Espero que elas também tenham sorte de não ter um final infeliz.

You Might Also Like

0 comments