A new life, indeed...

By 10:57 PM

Nem faz tanto tempo assim que estive aqui pela última vez mas, em menos de um ano, minha vida mudou quase que completamente. Mas dessa vez, pra muito melhor. Deveras.

É engraçado como no decorrer de nossas vidas, nos vemos diante de situações complicadas e as vezes decepcionantes e que, sempre nos fazem pensar "O que diabos estou fazendo nesse mundo?" e então, de uma maneira inesperada e pouco provável, tudo simplesmente vira do avesso, de uma maneira que vc nunca imaginou ser possível.

Em 2011, eu me recuperava de algumas experiências não tão agradáveis e, em meio a turbulências, crises existenciais e semi-cicatrizes, o conheci. Me lembro como se fosse ontem, de quando eu chamava meus amigos e mostrava algum trecho de uma conversa ou transcrevia algo que ele havia me dito e pedia opiniões, sempre crente de que minha interpretação estava errada. Ou da forma, até então inexplicável, como meu coração acelerava quando eu o via. E ainda me lembro, também como se fosse ontem, quando o Diego, um dos meus melhores amigos, me disse "Dude, pode dar bosta misturar as coisas, não acho que vc deveria", porque ele era - e ainda é - meu aluno. E ah, se eu tivesse ouvido meu amigo nesse dia, o que será que teria acontecido?

E hoje, quase 2 anos depois, nos casamos. E ha pouco menos de 1 mês, nos mudamos pro nosso apartamento e temos tentado nos adaptar a vida de casados desde então. É claro que há alguns desentendimentos, como qual cor usar na decoração ou quem lavará a panela com 3 kilos de gordura (not me) dentro da pia mas, com exceção das pequenas coisas, tudo está caminhando como deveria.

E eu, apesar de não ser nem um pouco religiosa, tenho que admitir de que não há sensação melhor do que ver toda a sua família reunida em sua casa no Natal, rindo, esquecendo magoas, criando novos momentos, novas histórias.

E hoje, mais do que ninguém, posso dizer que devemos sim acreditar nas pessoas, na felicidade, no sucesso, porque ele existe, basta termos paciência e o mais importante, sermos perseverantes e não desistir nunca. Eu me vi a beira de desistir um milhão de vezes, mas fico feliz em ver que me mantive forte na batalha, pois hoje, eu venci a guerra.


Feliz Natal pra todos!

You Might Also Like

0 comments