Desabafo

By 10:35 PM

Em algum momento de nossas vidas, conhecemos alguém especial, que surge inesperadamente, nos trazendo aquela sensação de conforto e paz interior. Por semanas tudo flui perfeitamente bem, até que por culpa do destino, ambos optam por seguirem caminhos opostos e é aí que a guerra se inicia.

Nos primeiros dias, vc se sente bem, vitorioso e de certa forma até aliviado. Aquela sensação de força toma conta de seu corpo, te dando a falsa ilusão de que não doerá. Mas é aí que vc se engana. A "superação" é dividida por estágios, e quando vc menos espera, o pior deles aparece.

Tudo a sua volta ressuscita memórias que vc não queria mais lembrar. Vc anda na rua e fecha os olhos ao sentir aquele perfume no ar, o perfume que por tantas vezes acalentou seus medos e se instalou em suas roupas. Vc olha pra diversidade de rostos nas ruas mas é apenas um que vc enxerga.
E as pessoas a sua volta insistem em proferir aquele nome que até então vc sequer ouvia. Tudo começa a te perseguir, tudo te traz de volta ao que vc mais quer esquecer. O destino e sua mente pregam peças em vc, riem da sua cara e da sua fraqueza. Vc se sente encurralado, olha para os lados e não sabe pra onde ir.
Há vezes em que vc acha que tudo está finalmente voltando ao normal, mas então coisas praticamente impossíveis acontecem e lá está vc de volta ao ponto de partida.
E aí vc se pergunta: "Até quando isso continuará?". Vc tenta transformar a saudade em ódio, o carinho em desprezo. Tenta encontrar motivos para acreditar que tudo está melhor assim, tenta encontrar fragrâncias diferentes e rostos novos.
Mas no fim do dia, vc está sentado em sua cama, segurando o celular, digitando algo que não deveria e que em poucos minutos o fará sentir-se o ser mais imbecil do universo. Imaginando se a pessoa lerá aquilo rindo da sua cara, ou se deleterá automaticamente ao ver que vc é o remetente.
Aí vc deita, fecha os olhos, respira fundo e deixa os minutos passarem, aguardando pela bonança que tarda mas não falha.

You Might Also Like

2 comments