Miss Clumsy

By 10:29 PM

Quem me conhece, sabe o quanto eu sou estabanada. É incrível o dom que eu tenho pra me ralar por aí gratuitamente, quebrar coisas, dar bolas fora ou então, fazer inúmeras cagadas quando tento resolver algum problema.

O que eu dou de joelhadas e chutes nas coisas, não é desse mundo. É como se todas as quinas fossem um imã para algumas partes do meu corpo, e se eu tentar desviar de algo, pode ter certeza de que no meu desvio, haverá outra coisa na qual irei tropeçar. É engraçado, pra não dizer outra coisa. Minhas pernas tem tantas manchas roxas que algum dia vão pensar que sou espancada ou algo do gênero.

Brincadeiras a parte, é claro que, em alguns casos, eu acabo me machucando de verdade. Como quando queimei três dedos da mão ao tentar pegar uma xícara dentro do microondas (devia vir escrito com tinta não removível que elas não podem ser colocadas no microondas), ou quando sento em alguma cadeira e não vejo uma saliência na parede e dou uma cabeçada na velocidade 5 e vejo estrelas, ou melhor, constelações.

No último final de semana, após alcançar a potência 89829582952 em desastrada, eu consegui quebrar o meu óculos. Estava eu lá, feliz da vida e quando dou por mim, o óculos vai para um lado e a haste, para o outro. Meu namorado, super bonzinho, pediu que eu esperasse para que ele tentasse "arrumá-lo" para mim. E a trouxa, que se acha auto-suficiente para tudo, pensou "Ah, imagine, eu consigo fazer isso" e lá vou eu pra cozinha caçar o superbonder. Já comecei mal ao abrir um rasgo na lateral do tubo porque não conseguia abrir a tampa do jeito certo e, a consequência disso foi ter quase 2 litros de cola derramados não só na região em que o óculos tinha quebrado, mas também nas lentes. Quando vi todo o liquido se espalhando, eu não sabia se limpava com o dedo, com a língua, com a roupa, se jogava tudo no chão ou se me matava. No fim, nenhuma das tentativas deram certo. Meus olhos se encheram de lágrimas e sai da cozinha batendo os pés e mandando tudo e todos para o inferno. Sentei na cama com o bico maior do que o de um pelicano e o namorado, não precisou nem perguntar pra saber que eu já tinha feito alguma cagada. O pobrezinho, foi procurar na internet como remover superbonder das lentes do óculos e como um quase-Macgyver, conseguiu resolver parcialmente a besteira que eu fiz. E então, decidiu tentar colar a haste de volta pela segunda vez, pelo menos até que eu conseguisse comprar um outro óculos e, a espertalhona aqui, esqueceu de avisá-lo que havia cortado o tubo no meio e eis que, no fim da noite, meu óculos continuou quebrado (apesar de que consegui fazer um remendo porco com durex) e o meu namorado ficou com a mão cheia de cola e toda branca. Way to go, Karina!

Por sorte, consegui ressuscitar as minhas lentes de contato semi-vencidas e agora estou no aguardo para o meu novo óculos ficar pronto. Depois de uns 4 anos, finalmente terei um óculos novo, acho que é realmente verdade quando dizem que, tem males que vem pra bem!



You Might Also Like

1 comments