Altruísmo as avessas

By 10:17 PM

Eu cheguei a conclusão de que me doo demais pra tudo. Por várias vezes, me coloquei em situações de desconforto pra ajudar alguém ou só pra ver alguém sorrir. É algo que faço sem pensar, quando vejo, lá estou eu, me ferrando ou me anulando por alguém, é totalmente involuntário.

Eu estaria mentindo se dissesse que detesto ser assim, eu me sinto bem ajudando aos outros, é como se lá no fundo eu me sentisse útil de alguma maneira, e são poucas as pessoas que moveriam montanhas por namorados, amigos, familiares e etc.
O problema real é que muitas pessoas acabam tirando proveito desse meu lado tão altruísta, há pessoas inescrupulosas por aí que deitam e rolam ao farejarem esse tipo de "burrice" e eu, mesmo às vezes tendo plena convicção de que estou sendo usada, ajudo da mesma forma. Há momentos em que já desejei ser fria, ruim, daquelas pessoas que não se importam em dizer não, que não tomam as dores dos outros e dá de ombros pro mundo, mas não consigo, tem algo mais forte dentro de mim que acaba me dominando.

Mas eu realmente detesto quando tento me quadriplicar pra ajudar alguém e sequer reconhecem o que vc faz. Sabe aquele tipo de pessoa que é um amor quando precisa de vc? Que te adula o quanto for necessário pra alcançar seus objetivos e depois que teve o necessário, lhe trata como se vc fosse um estranho. Isso me tira do sério. O pior é que te acham tão, mas tão burra, que de fato creem que vc acredita neles, but you're wrong.

Só fica o conselho: não faça com os outros o que não quer que façam com vc. Tudo o que vai, volta, oh yes, it does.

You Might Also Like

1 comments