Anti-social?

By 3:55 PM

Eu sou e sempre fui uma pessoa de poucos amigos. Nunca fui daquelas garotas rodeadas por centenas de pessoas na escola ou na faculdade. Em parte eu admito ter culpa no cartório, porque não gosto das pessoas (no offense), sempre fui rotulada como "anti-social" e apesar de nunca admitir que eles estão certos, eu sei que lá no fundo é verdade.

Eu gosto de reuniões entre amigos, adoro dar risada quando os vejo, adoro beber e consequentemente passar mal com eles. Mas eu não consigo ser daquelas pessoas exageradas, que sentem aquela necessidade contínua de conversar (mesmo que o assunto seja completamente dispensável), que liga o tempo todo, ou que passa todos os finais de semana enfiada na casa de algum deles. E por ser assim, tão desligada, já perdi muitos amigos. Acho que a maioria das pessoas não conseguem entender que nem todos são como eles. Nem todos gostam de ficar horas fofocando no telefone ou no MSN, nem todos adoram ir a bares semanalmente.

Apesar de ser uma pessoa um tanto quanto carente, eu amo minha solidão. Adoro poder deitar em minha cama depois de um dia cansativo de trabalho e assistir a várias séries idiotas na televisão, sozinha. Me irrita profundamente quando apareço online no MSN (o que tem sido uma raridade nas últimas semanas) e alguém me chamar pra dizer que mudei, que eu nunca ligo, nem visito, que não converso tanto quanto antes e etc. O pior é todos pensarem que é proposital quando na verdade é apenas parte da minha personalidade. Quem sabe seja errado, talvez eu devesse ser mais dependente de amigos e da necessidade de estar sempre ao lado de alguém, mas a realidade é que não sou e nunca serei assim, eu simplesmente não consigo. Só a idéia já me faz virar os olhos.

Quem sabe eu não esteja destinada a ser uma velha solitária, medonha, rodeada por cinquenta gatos, que mora em uma casa de campo mal-assombrada pela qual as crianças temem passar perto. Sabe que a idéia até que é bem atrativa? I liked it.

You Might Also Like

3 comments