Survival

By 8:37 AM


Arrisco dizer que os últimos 3 dias foram simplesmente demais.
Sexta-feira, acordei bem cedo pra ir trabalhar e depois do almoço, fui convencida a ir ao cinema no meio da tarde pra assistir ao Kung Fu Panda 2 em 3D, a princípio não curti muito a idéia pois o filme era dublado e porque também sabia que pela sessão ser as 15h, estaria abarrotada de crianças, mas com a promessa de que "Ia ser divertido", fui. E não é que foi mesmo? É como dizem, não importa o local em que vc esteja, o que realmente importa é a compania. Nunca acreditei muito nesses ditos populares, mas essee se fez verdadeiro nesse dia. Eu achei que fosse ficar emputecida com aquelas crianças hiperativas, que não paravam de falar e zanzar pra lá e pra cá, mas, foi exatamente o contrário, fiquei sentada lá, me esbaldando com um balde imenso de pipoca e rindo dos comentários que me eram feitos durante o filme, por 1:30 eu me senti criança de novo, foi ótimo.
Iamos comer fondue depois, mas estava tão cansada por não ter dormido muito no dia anterior que resolvi adiar e então voltei pra casa, com direito a escolta. Ao abrir a porta da sala e ver aquela casa escura, silenciosa, pensei "Fodeu, não vou conseguir ficar aqui sozinha", e acho que meu pavor ficou estampado no meu rosto, porque até me ofereceram compania para que eu não tivesse que encarar o bicho-papão sozinha, mas eu não ia me sentir confortável por pensar que alguém deixaria de dormir na sua cama quentinha só porque sou uma cagona, então optei por encarar o meu medo, embora eu soubesse que a minha escolha me renderia uma noite longa.

E Murphy resolveu depositar uma lagartixa bem no meio do corredor, contando que eu a veria apenas quando já estivesse sozinha, mas sinto-lhe informar Sr. Murphy, que seu plano falhou. Assim que entrei, vi aquele negocinho branco correr na parede e como uma pessoa nada escandalosa, soltei um puta grito e eis que o Chapolin colorado volta as pressas e com seus movimentos friamente calculados, consegue se livrar da vilã sem muito esforço. Depois de muita risada, trouxe meu travesseiro e cobertor pra sala e me alojei ali, sozinha, e fiquei ali deitada com o meu celular ao lado assistindo aos filmes do Telecine, em alguns momentos eu até acendia ao visor pra ver se estava ligado, e inconsciemente esperava que algo acontecesse, mesmo que no fundo eu sabia que nada aconteceria, até que o sono me venceu e acabei adormecendo.

Ontem, a claridade invadiu a sala logo cedo, o que acabou tirando completamente o meu sono. Olhei para o relógio, eram apenas 9 da manhã, estava um pouco triste por me dar conta de que mais uma vez, esperei em vão, mas dei de ombros e me levantei pra decidir o que comeria de café da manhã, tinha também baixado alguns filmes na internet pra poder assistir sozinha durante o dia e já ia me preparando pra longa maratona, mas, meu interfone tocou e fui surpreendida com um chocolate quente do Mc donald's e os deliciosos cupcakes da Padaria Brasileira. Foi bom ter uma compania pra afastar toda aquela esperança infundada que insistia em me rodear, pra me ensinar a ligar o notebook na televisão e pra assistir as comédias românticas mela-cueca comigo. E a noite eu finalmente consegui comer o meu tão desejado fondue, meus olhos brilhavam quando viam aquela panelinha com o sabor do pecado dentro dela, eu parecia realmente uma criança na mesa, derramando e me lambuzando de chocolate. Eu comi tanto que hoje acordei com o meu estômago do avesso, mas não importa. O que importa é que o feriado, que tinha tudo pra ser repleto de tristeza, acabou sendo infinitamente melhor do que eu esperava.

Há tantas pessoas que as vezes passam despercebidas por nós, mas que abdicariam de um sábado inteiro pra te dar um chocolate quente e assistir um monte de filmes chatos só pra poder te fazer sorrir um pouco, enquanto outras escolhem exatamente o oposto. Com essa constatação é que hoje, decidi que tirarei o dia pra fazer uma "faxina", é hora de deixar no passado o que quis ficar por lá. Agora só o que me importará é o meu presente e o meu futuro.

E, como tudo que é bom passa voando, o feriadão acabou. Mas pelo menos estou aqui escrevendo esse post feliz por não ter deixado que a melancolia me vencesse.

You Might Also Like

3 comments