O Diário de Bridget Jones

By 8:47 AM

Que mulher nunca viu O Diário de Bridget Jones? É um filme típico feminino, que toda mulher adora e tem como uma bíblia mas, que fazem os homens torcerem o nariz. Ele retrata a vida de uma mulher comum nos seus trinta anos, que fuma, bebe, sofre com a balança e passa pelos mesmos problemas que nós enfrentamos no nosso dia-a-dia.

Na história, Bridget vive um romance explosivo com Daniel Cleaver (Hugh Grant) e após muito sofrimento e humilhação, ela finalmente se liberta.

Daniel, é aquele tipo de homem que toda mulher deveria manter kilometros de distância mas infelizmente não conseguem, pois eles já nascem com o dom da sedução e da lábia que as levará as nuvens, eles as conquistam facilmente e as mantém ao lado deles mesmo quando elas sabem que merecem alguém muito melhor, e então, Daniel usa e abusa do amor e da ingenuidade delas, até que finalmente as chuta. Mas o pior em Daniel é que quando ele se dava conta de que Bridget já não se importava mais, ele perdia o controle, vê-la feliz era inaceitável para ele que, como um parasita, se alimentava da tristeza e do fracasso dela, então a felicidade da pobre moça que já sofrera tanto em suas mãos era algo simplesmente intragável. Quando ele descobriu que ela se apaixonara por outro, enloqueceu e fez o possível e o impossível para sugá-la de volta, não porque a queria, mas por mera possessão. Não a queria com ele mas também não a queria com mais ninguém.

Bridget, que conheceu e se apaixonou por Mark, se sentia razoavelmente feliz por estar amando novamente, embora ainda vivesse todas aquelas complexidades de um relacionamento, mas Daniel, sem titubear, fez de tudo para afastá-la de seu novo amor. E ela, de certa forma ainda presa aquele passado, não conseguia se fechar para aqueles olhos encantadores e cheios de falsas promessas.

Tudo tomou uma proporção tão grande que Mark, não querendo fazer parte de um "triângulo amoroso", a deixou. Mas Bridget, não se importou tanto, pois acreditava piamente na mudança de Daniel, achava que ele realmente era uma nova pessoa, que tinha aprendido com os erros do passado e que agora, iria finalmente dedicar-se em fazê-la feliz. Mas, mal sabia ela que Daniel já tinha conseguido o que queria, que era que Bridget largasse o novo rapaz e que cedesse novamente aos seus encantos e necessidades e que com isso, o interesse de Daniel voltou a não existir e consequentemente a máscara caiu. Ele retomou aquela mesma postura de antigamente e Bridget, frustrada e com ódio de si mesma, o largou e tentou reatar o romance com Mark, que deveria ter sido a sua escolha desde o início. Daniel ainda a perseguiu por muitas outras vezes, mas Bridget já estava calejada e curada, e nas outras investidas, tudo o que o vilão conseguiu foi, o silêncio.

Pra concluir, Daniel é o pior estereótipo de homens que pode existir por aí, pois ele fará da sua vida um inferno, deixa as mulheres no gancho no caso de algo dar errado nos planos dele. Se houver um encontro mal-sucedido, tenha certeza de que ele baterá em sua porta implorando para que o aceite de volta, apenas pra se alimentar do seu viço e abandoná-la novamente depois. Esses tipos também te dão noites mal dormidas, falsas esperanças e te rodearão como moscas de padaria, são os famosos "Não fode, mas não sai de cima". E não importa o que vc faça, eles nunca deixarão de ser um fantasma em sua vida. A única forma de se ver livre deles, é não se importando mais. Abra-se para o mundo, conheça pessoas novas e caso o seu Daniel reapareça, faça como Bridget no final, mande-o a merda e fique com Mark, que nada mais é do que a segurança e a paz que vc sempre buscou e deixe que Daniel viva cada segundo da vida que ele escolheu, que é ser rodeado por mulheres cujos cérebros se igualam a um grão de feijão.

You Might Also Like

0 comments